Hospital

Cardiopatias Congênitas e Pediátricas

A cardiopatia congênita é a má formação do coração do bebê, uma ocorrência rara, mas que acomete muitas crianças. O Setor de Cardiopatias Congênitas e Pediátricas do Instituto de Cardiologia, inaugurado em 1969, é um dos principais centros de referência para o tratamento das cardiopatias congênitas e pediátricas no Rio Grande do Sul, do nascimento até a idade adulta. Conta com um quadro de profissionais que estão entre os mais proeminentes líderes em especialização técnica no Brasil, além de uma equipe multidisciplinar formada por psicólogos, nutricionistas, enfermeiros, fisioterapeutas, pedagogos, assistentes sociais, recreacionistas e voluntários que trabalham diariamente para fazer com que os pacientes e seus familiares enfrentem a cardiopatia com mais tranquilidade e conforto. 

O atendimento multidisciplinar é fundamental na cardiologia pediátrica, pois os pacientes passam da infância para a puberdade e para a idade adulta experimentando cada um destes momentos em toda a sua complexidade. É preciso que toda a família se envolva para que o indivíduo acometido pela cardiopatia congênita possa aproveitar plenamente a vida considerando sempre a sua condição de saúde. O paciente cresce sem nunca esquecer que é portador de cardiopatia e precisa se cuidar. 

O Setor de Cardiopatias Congênitas e Pediátricas recebe cerca de 40 pessoas por dia e conta com ambulatórios de especialidades como arritmias, prevenção precoce às cardiopatias, miocardiopatias e também atendimento de adultos portadores de cardiopatias congênitas. Internados no Hospital, SUS ou convênios, o Setor atende aproximadamente 30 pacientes por dia.
           


Atividades do Setor de Cardiopatias Congênitas e Pediátricas

Ambulatório SUS e Convênios

Ecocardiografia Pediátrica Transtorácica e Transesofágica
Internação Clínica e Cirúrgica

Unidade de Tratamento Intensivo Cardíaco Pediátrico

Unidade de Hemodinâmica Pediátrica - Diagnóstico e Intervenção

Unidade de Cardiologia Fetal

Unidade de Transplante Cardíaco Pediátrico

Residência de Cardiologia Pediátrica (área de atuação)

Pesquisa

 

Chefia do Setor de Cardiopatias Congênitas e Pediátricas

Dr. Nestor Daudt

Cardiologia Fetal

A Unidade de Cardiologia Fetal do Instituto de Cardiologia do Rio Grande do Sul Fundação Universitária de Cardiologia dedica-se à assistência médica, ao ensino e a pesquisa na especialidade de Cardiologia Fetal. Suas premissas fundamentais prendem-se, assim, a três objetivos básicos:

Promoção da saúde do feto humano em formação, através da detecção precoce, durante a vida intrauterina, de anormalidades capazes de comprometer seu bem-estar ou de colocar sua vida em risco. A atenção primária, visando a identificação dos fatores de risco em gestações suscetíveis, o acompanhamento pré-natal sob monitorização clínica, eletrônica e ecográfica, a terapêutica fetal por via materna ou direta e, finalmente, o planejamento do atendimento neonatal imediato correspondem à estratégia de diminuição da morbimortalidade perinatal.

Formação de recursos humanos qualificados, através de intenso programa didático e de treinamento em todos os níveis técnicos e acadêmicos. Assim, além de propiciar um sistema de educação continuada para profissionais das diversas áreas da saúde, constitui- se em área de estágio de estudantes de graduação, internos, médicos residentes, "trainees" em aperfeiçoamento e alunos de pós-graduação, nos níveis de mestrado e de doutorado. O intercâmbio acadêmico com instituições nacionais e estrangeiras garantem a possibilidade de enviar e receber alunos para treinamento e atuação em projetos conjuntos, assim como de contar regularmente com a presença de professores visitantes nacionais e internacionais.

Investigação científica intensa, com linhas de pesquisa consolidadas por publicações regulares no país e no exterior e sedimentadas pela participação ativa de docentes de pós-graduação em eventos nacionais e internacionais relacionados com cardiologia fetal. Diversas contribuições originais na literatura oriundas do trabalho do grupo de pesquisadores da unidade, já incorporadas ao conhecimento da área, atestam o compromisso com o avanço da ciência. A formação de novos pesquisadores e também estimulada, através da participação de um grande número de bolsistas de iniciação científica, aperfeiçoamento, recém- mestre e recém-doutor nos projetos em desenvolvimento, garantindo, assim, o desejado e definido efeito multiplicador.

A Unidade de Cardiologia Fetal atende pacientes de todo o estado, tanto da rede pública como da privada.

São realizados na unidade os seguintes exames: ecocardiograma fetal com Doppler em cores, ecocardiograma pediátrico com Doppler em cores, ecografia obstétrica, Doppler do sistema placentário e materno E monitorização ante-parto.

Os fetos com cardiopatias graves são internados em área específica de internação da Unidade de Cardiologia Fetal e tem seu parto realizado no Instituto de Cardiologia, para atendimento cardiológico neonatal imediato. Em situações em que há necessidade de tratamento do bebê através da administração de medicamentos através da mãe ou para intervenção cirúrgica diretamente no feto, as gestantes são também hospitalizadas para acompanhamento fetal.

Em suma, a Unidade de Cardiologia Fetal do Instituto de Cardiologia, dentro de uma ótica assistencial, didática Ecientífica, propõe-se a contribuir para a Saúde Pública do estado do Rio Grande do Sul e do Cone Sul, para a formação de técnicos e pesquisadores de alto nível e para o avanço do conhecimento no fértil campo da Cardiologia Fetal.

Chefia do Setor de Cardiologia Fetal

Dr. Paulo Zielinksy

© Instituto de Cardiologia / 2016 / Todos os Direitos Reservados.